Mês: novembro 2019

Como economizar de R$ 50,00 a R$ 200,00 no material escolar 2020

Ao final de um ciclo escolar alguns cadernos e blocos de notas ainda têm folhas limpas, os apontadores ainda afiam lápis e cores e o que dizer da mochila que continua em vigor para carregar um ano mais úteis e tarefas escolares, é quando você tem que pensar em reutilizar e reciclar.

O Procon (Órgão de Proteção ao Consumidor) refere no seu portal de internet, que uma boa ideia para reduzir os custos que gera preparar as listas de ferramentas e de aquisição de uniformes escolares é reutilizar.

Economizando no material escolar

Cadernos que ainda tem folhas devem ser reutilizados

Os cadernos ou cadernetas que ainda têm folhas sem usar podem voltar para as salas de aulas, só basta remover o espiral e recolher as folhas para depois encaderná-las, ou então, voltar a colocar a espiral, enquanto que para os blocos de notas que você pode colocar uma tira de tela adesiva onde vão os grampos.

Reforçar as costuras das mochilas

Quanto às bolsas, é importante verificar as condições em que terminaram o ano letivo, desta forma, se forem de material têxtil e estão quebradas ou descosidas podem ser levadas a algum oficina de conserto de sapatos ou de peles para sua compostura, ou bem, projetar patches criativos para resolver as descomposturas.

Apontar e limpar os lápis

Os lápis coloridos e giz de cera são totalmente reutilizáveis, basta selecionar os que estejam em bom estado e ainda mantenham um tamanho adequado para voltar à sala de aula, e o mesmo se pode fazer com os jogos de geometria.

Reformar os uniformes (prensas nas calças podem servir bem)

Em relação aos uniformes, é necessário revisá-los de forma detalhada e selecionar as peças de roupa que estejam em melhores condições e, no caso de requerimento, mandados para uma oficina para a sua compostura.

A Procon ainda destaca que é importante fazer um orçamento dos custos que envolve cada volta às aulas e eliminar os gastos supérfluos, desta forma também se fomenta nas crianças e nos jovens a importância de reutilizar os artigos escolares e a economia que se pode obter ao fazê-lo.

Categories: Uncategorized

7 coisas que você deve saber antes de Comprar o Material Escolar do seu filho

Sabemos o quão estressante e complicado do que é fazer uma boa compra de material escolar e cuidar da nossa economia; por isso, apresentamos-lhe algumas recomendações para que este ciclo escolar realizar uma compra planejada e eficiente.

1 – Faça um orçamento preliminar

É melhor antecipar a despesa (poupança) para os úteis escolares, assim não se tomará por surpresa e você pode fazer uma compra consciente. Tenha em conta os preços de outros anos e o que tens destinado, puxa um orçamento em alguma papelaria para dar uma ideia do dinheiro que precisará. A sua busca deve levar em consideração desde o material escolar no aliexpress até a loja do bairro perto de sua casa.

2 – Reutilizar é uma boa opção

Verifique os cadernos e outro material escolar de seu filho, alguns não terão perdido sua vida útil ou não foram concluídos; você pode usar os notebooks que tenham poucas folhas para as matérias com menos horas por semana, ou então juntá-las em um coletor. No caso de cores ou lápis adesivo, compra de reposição e usa o pouco conteúdo que resta.

Tire orçamentos e compare: Isso pode ser uma tortura para muitos, pois significa perder um pouco de tempo; aproveita Internet e checa os preços oferecidos em lojas de departamento ou tire cópias das listas e deixe as roupas masculinas para que lhe façam um orçamento e depois decidir pelo que mais lhe convier. Você também pode consultar a tabela de comparação que fornece o material.

Confira no vídeo, abaixo, algumas dicas de como fazer isso:

3 – O barato nem sempre é o melhor

O barato nem sempre é o melhor: ao Lado do ponto anterior, é importante ressaltar que mesmo em uma papelaria lhe saia mais barato, solicita que se especifiquem a marca do que estão pressupondo, porque às vezes a durabilidade não é a melhor e sempre convém fazer um investimento em um produto de maior qualidade e, assim, reduzir as chances de gastar mais dos mesmos itens durante o ciclo escolar.

4- Não se deixe levar pelos descontos

Algumas vezes os descontos não são o que parecem, muitos itens oferecidos são de má qualidade ou edições que não foram bem-sucedidas. Não por isso deve descartar alguns descontos, como é o caso de os aplicados na compra de listas completas e úteis que, de igual forma, você pode comparar os preços vs com o desconto feito em sua lista.

5 – Coloque etiquetas em tudo

Como boa prática para cuidar da sua economia, tenha em conta este conselho para evitar que se percam ou alguém mais possa tomá-los, o que fará com que você realize um gasto desnecessário dentro do ciclo escolar. Também é importante incentivar seu filho a cuidar de seus úteis, bem como o respeito dos objetos alheios. Veja aqui etiquetas personalizadas para imprimir. 

6 – Guarde os comprovantes de pagamento

Às vezes úteis escolares podem se encontrar em mau estado ou têm defeitos que à primeira vista não se notam. Com o seu comprovante poderá pedir-lhe que se os alterem, ainda assim, você pode fazer uma comparação de todos os fornecedores para a compra do próximo ano.

7 – Confira os itens que você comprou

Enquanto estiver verificando os úteis escolares, aproveita para revê-los usar sites especializados para conferir o material escolar. Além disso, é importante que não cedas diante da pressão dos vendedores e no caso de aparelhos eletrônicos, como calculadoras científicas, confira que tenham a sua política de garantia e faça uma avaliação de sua funcionalidade.

Categories: Uncategorized